Justiça europeia determina que "ações de ouro" de Portugal são ilegais